Futsal RS: Mithyuê permanece na eleita segunda melhor equipe de futsal do mundo - Futsal de Primeira - Feito por Profissionais
Página Inicial

Futsal RS: Mithyuê permanece na eleita segunda melhor equipe de futsal do mundo


 

Em 2017 o atleta ajudou a ACBF vencer duas importantes competições que deram o título ao clube gaúcho

 

Carlos Barbosa/RS (11.1.2018) - O desempenho em quadra da Associação Carlos Barbosa de Futsal, a ACBF, fez com que a equipe fosse eleita a segunda melhor do mundo.  O time do ala Mithyuê ficou atrás apenas do Movistar Inter, da Espanha. Já o técnico da ACBF e da Seleção Brasileira de Futsal Marquinhos Xavier, foi escolhido o quinto melhor técnico de clubes do planeta.

 

A posição conquistada foi entusiasticamente comemorada pelo atleta que permanece pelo menos por mais uma temporada no time laranja. “É preciso reverenciar o trabalho do grupo, comissão técnica, direção, o comportamento sempre brilhante da nossa torcida e dos patrocinadores”, disse. Para ele esse conjunto “é o responsável pelo clube gaúcho ser o segundo melhor do planeta”.

 

Mithyuê lembra que os dois títulos conquistados pela ACBF no ano passado, a Supercopa e a Libertadores da América, foram decisivos para que o clube gaúcho alcançasse a colocação de segundo melhor do mundo no ranking internacional do futsal. O prêmio para melhor clube do mundo foi definido por 209 votos de jornalistas e especialistas do futsal do todo o planeta. A ACBF ficou om 499 pontos.

 

Para este ano a meta “é crescer ainda mais”, garantiu o ala. A equipe se reapresenta na próxima terça-feira (16) para iniciar a pré-temporada. O chapecoense tem contrato firmado até o final de 2018, mas, se depender da vontade dele, o vínculo com a ACBF “só terminará com o encerramento de minha carreira”. Ele se adaptou muito ao clube e à cidade. “Aqui é bom para tudo, residir e trabalhar, sem contar com a excelente qualidade de vida”.

 

Fazer o dobro - O atleta está ansioso para recuperar o terreno perdido em 2017. No dia 3 de setembro sofreu grave lesão (rompeu o ligamento cruzado) que o tirou das quadras por longos seis meses. Por conta da cirurgia no joelho esquerdo “infelizmente fiquei impedido de disputar as principais fases da Liga Nacional e Liga Gaúcha de Futsal”. Isso o deixou desolado. “Não pude ajudar meus companheiros, situação pela qual ninguém quer passar”, lamenta.

 

No entanto, agora praticamente recuperado, Mithyuê quer dar respostas imediatas e produzir em dobro. Sem cita-los, o atleta disse ter “projetos definidos” para a temporada. Ele assumiu compromisso para 2018: “se Deus quiser vou incorporar ao trabalho deste ano, aquilo que não consegui fazer no segundo semestre do ano passado em consequência da lesão”.

 

Fonte:  Assessoria de Imprensa 



Voltar
Copyright © 2008-2014. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela FVSOLUÇÕES